Por que Avatar é sensacional e você precisa assistir (Aang e Korra)!

avatar

Um dia desses descobri que faz dez anos desde que o primeiro episódio de Avatar: O Último Dobrador de Ar passou na televisão. Quase me senti velha, lembrando de ter 12 anos, sentada na sala da casa do meu pai, assistindo Nickelodeon e conhecendo aquele que seria o meu desenho animado favorito.

É difícil explicar todos os motivos que fazem Avatar ser um dos melhores desenhos que já existi, mas hoje, em homenagem aos seus dez anos, vou tentar falar porque Avatar é uma série tão incrível (e quem sabe te convencer a assistir também).

Em Avatar: O Último Dobrador de Ar, Katara e seu irmão Sokka, ambos da tribo da água do sul, encontram um menino preso no iceberg. Assim que conseguem tirá-lo de lá, descobrem que o garoto é o Avatar, que tinha sumido há cem anos, o que fez com que a nação do fogo atacasse os outros povos em busca de poder.

Após 7 anos, em 2012, foi lançado A Lenda de Korra, que, como o nome indica, conta a história de Korra, a nova avatar, 70 anos depois da guerra contra a nação do fogo. Para aprender a dominar o último elemento que ainda não tem domínio, o ar, Korra vai parar em Republic City, dando início a sua jornada.

1076327_1342395029465_full

Avatar é um desenho lindo de assistir, não só pela história ou personagens, mas a arte é linda. A coreografia das lutas são incríveis, principalmente as de A Lenda de Korra, e todas são baseadas em estilos marciais específicos. Em qualquer entrevista, percebe-se que a equipe de Avatar fez uma pesquisa aprofundada da cultura oriental para usar no desenho.

Mesmo que Aang e Korra tenham estilos de história diferentes, ambas são muito boas e funcionam em seus contextos. Com Aang, é uma história mais urgente, o espaço de um livro para outro é curto, afinal eles estão correndo contra o tempo. Vemos uma história sobre guerra, famílias separadas e crianças que não tiveram infância alguma por causa da destruição. Aang precisa salvar o mundo quando ainda é um menino, Katara e Sokka aparentam ser muito mais velhos e imagina minha surpresa quando descobri que Azula tinha 14 anos. Há uma jornada pessoal de Aang, mas a história se dividi para mostrar todos as consequências da invasão da nação do fogo, fazendo isso de uma forma incrível, passando a mensagem final de perdão e contra a violência.

No caso de A Lenda de Korra, a história é mais madura, seja porque o público tinha crescido ou até porque os personagens eram mesmo mais velhos. Os quatro livros contam histórias bem diferentes, mas todos eles têm algo em comum: Mostrar a jornada de Korra amadurecendo como avatar, mesmo que ela não tenha passado pelo trauma da guerra que Aang passou, em certos momentos seu amadurecimento até parece mais sofrido. É uma história mais pé no chão, com arcos que se concluem a cada livro, porém não são menos marcantes. Pessoalmente acho que tem sim uma ponta ou outra que foi esquecida e mal acabada, mas que empalidece perto da grandeza que é o desenho inteiro.

avatar-2014-07-12-23h41m55s89

O desenvolvimento dos personagens em Avatar é um dos mais bem feitos que já vi em minha vida, sempre que preciso dar um exemplo de personagem bem construído, o primeiro que vem na minha cabeça, sem pensar, é Zuko. Particularmente meu personagem preferido da série, o adolescente que começa como vilão tem um dos arcos mais incríveis da ficção, vários episódios que tinham momentos marcantes em sua jornada faziam com que o público chorasse (eu choro toda a vez que ele encontra o Iroh no livro 3). Mesmo que o Zuko seja um destaque, todos os outros passam por um crescimento muito bem feito, não é imediato e mesmo enquanto crescem, continuam errando e tendo seus defeitos, mas aos poucos aquelas situações vão amadurecendo os personagens.

Apesar de em A Lenda de Korra o desenvolvimento ser menos evidente, até porque boa parte dos episódios é focado no próprio amadurecimento de Korra, vemos os personagens ao seu redor também mudando, Jinora, por exemplo, é uma personagem coadjuvante com um desenvolvimento espetacular. A jornada de Korra de amadurecimento é bem interessante porque leva muito mais tempo que a de Aang, ela parece cometer muito mais erros, o que faz com que tenhamos empatia por ela.

Algo bem legal de notar nesse aspecto é que, ao contrário de outros desenhos infantis, Avatar não coloca um casal junto e os deixa juntos por todos os episódios. Quando um personagem em um casal morre ou até se separam, aqueles personagens conseguem seguir em frente e arrumar outra pessoa para ficar, ou podem até continuar sozinhos, mas é algo que passa pra eles. Muitas vezes os desenhos infantis passam essa ideia de que aquela pessoa é a pessoa com quem o personagem vai ficar pra sempre, mas isso não é o que acontece na vida real e é muito bonito o jeito que Avatar mostra isso.

Avatar possui muitos episódios que vão te fazer chorar por dias e os finais de temporadas sempre eram marcantes, mas mesmo aqueles episódios de meio de temporada, para preencher espaço, também divertiam. As Histórias de Ba Sing Se ainda é um dos melhores episódios, mesmo sendo filler. Quem não chorou com a parte de Iroh? Não é sempre perfeito, lembro que a Nickelodeon amava repetir o episódio do Jato, do livro 1, que eu particularmente acho fraco. Além disso, é muito interessante ver como a tecnologia avançou através do tempo e os eventos que aconteceram na época de Aang influenciam o que está acontecendo ao redor de Korra. O universo é bem sólido, o que faz a história ficar ainda mais envolvente.

korrasami

Assim como muitas das minhas coisas favoritas, Avatar também tem representação! Como insisto em vários textos, sempre dá para melhorar e colocar mais, mas Avatar consegue fazer essa parte bem. Boa parte dos personagens são mulheres incríveis: Korra, Katara, Toph, Asami, Suki, Kuvira, Jinora, Azula… A lista continua. São mulheres de todos os tipos, algumas são dobradoras e outras não, algumas são mais duronas e outras mais senvíveis, umas lutam e outras possuem outras armas, etc. As personagens são interessantes, possuem arcos próprios e possuem grande importância na história. Um fato interessante: Aang só consegue sair do iceberg no primeiro episódio porque Katara fica brava enquanto briga com Sokka depois que ele fez um comentário machista. Foi o feminismo que salvou o mundo, toma essa!

Várias pessoas já falaram que, como representação de pessoas orientais, Avatar é incrível, que mostra vários povos diferentes e apresenta bastante diversidade. Não posso entrar muito sobre a representação LGBT+ por ser spoiler, mas confia em mim, assiste que tem. Além disso, a dobradora de terra mais forte de toda a série, Toph, é uma menina cega, enquanto uma das vilãs de A Lenda de Korra é uma dobradora de água que não possui braços.

Avatar é aquele tipo de desenho que é ótimo para crianças, mas também muito bom para adultos. Considero ser uma pessoa muito sortuda por ter passado parte da minha adolescência com Aang e entrar na vida adulta assistindo Korra, ambas as histórias me ensinaram várias coisas no momento certo e até hoje sento pra assistir tudo de novo.

Obrigada equipe Avatar por ter marcado a história das animações com essa história incrível, e parabéns pelos dez anos!

Anúncios

Um comentário sobre “Por que Avatar é sensacional e você precisa assistir (Aang e Korra)!

  1. Pingback: As mulheres da ficção que marcaram minha infância | Ideias em Roxo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s