4º Episódio: The Spoils of War | 7ª Temporada de Game of Thrones

jaimebronn

Todo mundo se recuperou desse episódio? Muito dos grandes momentos dessa temporada foram tão impactantes pelo que já aconteceu na história de Westeros. Não tirando o mérito dos acertos, mas até quando a cena nem era tão boa, ela causava algo nos fãs que estavam acompanhando desde a primeira temporada.

Com The Spoils of War nós também vemos isso, mas o episódio vai além, colocando novas coisas em jogo. Esse final com certeza vai ficar na memória de muita gente. Por mais que eu tenha achado que poderia ter acontecido mais coisa, até porque esse episódio foi mais curto do que o normal, tivemos muitos momentos importantes que, ao que tudo indica, serão ainda mais relevantes para o futuro.

Daenerys e Cersei continuam movendo seus respectivos exércitos, enquanto Jon segue tentando convencer as pessoas de que os White Walkers são uma ameaça real. Algumas cenas foram bem bonitas, outras me deixaram com algumas pulgas atrás da orelha sobre certos segredos que ainda podem ser revelados.

tycho-cersei-spoils-of-war

O Banco de Bravos está muito feliz com o ouro que Cersei conseguiu. Para ela, deve ter sido um baita elogio ter sido comparada com o Tywin, que é a pessoa em quem Cersei mais se espelha. Mais um ponto para o lado dos Lannister, que terão financiamento nessa guerra. Parece que o jogo está virando e Daenerys terá mais coisas com as quais se preocupar (ou não?).

É uma pena termos passado tão rápido por Porto Real, mas entendo que a Cersei era a única personagem relevante agora para vermos lá (se bem que ainda não sabemos o que aconteceu com Yara). Um ponto interessante é que Cersei menciona que Qyburn está falando com a Companhia Dourada. Nos livros, eles são um grupo de mercenários de Westeros, porém vão para Essos por apoiarem a rebelião Blackfyre, uma ramificação da casa Targaryen que veio de bastardos. Nos livros, a Companhia Dourada é mais presente e, com a ajuda de Varys, estão apoiando um outro personagem, Aegon, suposto filho de Rhaegar, que sobreviveu. Há teorias de que esse menino não é da família real coisa nenhuma, mas na verdade é Blackfyre, e por isso a Companhia Dourada teria concordado em ajudá-los.

Seria muito legal se isso significasse alguma coisa, mas acho que foi só um olá para os fãs do livro. Estamos muito no final da partida para um novo possível candidato ao trono aparecer, do nada, ainda mais com os poucos episódios que estão vindo. Sem contar que, no final do dia, a Companhia Dourada é composta por mercenários, que se aliam a quem paga mais. Se Cersei mandou dinheiro para eles por Qyburn, pouco importa qualquer histórico do livro.

Muitas coisas acontecem no Norte. Primeiro, Mindinho vai conversar com o Bran, ele parece interessado em conseguir sua aprovação. Talvez porque Mindinho saiba que, caso Bran queira, ele pode sim tentar tomar o lugar de Sansa, já que era o próximo na lista para governar o Norte depois de Robb. É importante lembrar que em Westeros, os homens que assumem os tronos, sem lugar para bastardos. Mesmo que Bran não tenha qualquer interesse, e nem se veja mais como um Stark direito, Mindinho ainda acha que é uma boa ter ele do seu lado.

Eu confesso que não vi muito o sentido em Mindinho entregar a adaga para Bran. É para tentar convencê-lo de que só quer ajudar? Bom, por enquanto fica no ar, porque o que importa é a resposta que Bran dá para Mindinho. “Caos é uma escada” foi algo que Mindinho disse para Varys há algumas temporadas atrás, numa conversa em que só estavam os dois. Não teria como Bran saber disso e Mindinho fica sem reação. Talvez agora ele acredite um pouco que Bran de fato vê coisas e talvez tente eliminá-lo. Afinal, se Bran de fato vê tudo, ele sabe que foi Mindinho o responsável por muitas coisas ruins que aconteceram com os Stark, começando pela morte de Ned.

sansa-arya-and-bran-reunited-the-spoils-of-war-1024x674

Depois disso, Meera se despede de Bran, dizendo que quer estar com a família e ele já está seguro em Winterfell. Eu queria que essa despedida fosse um pouco mais sentimental. Entendo que Bran agora perdeu a empatia, inclusive esse episódio ajuda bastante a estabelecer o estado emocional dele, mas eu queria ter visto mais na reação de Meera. Como ela mesma diz, todos morreram por Bran, ela perdeu o irmão, a vida de todos os envolvidos virou de cabeça para baixo e ele não consegue nem esboçar sentimentos? Meera responde a própria pergunta, Bran morreu na caverna. É interessante porque Verão de fato morre lá, e de todos os lobos, talvez Bran e Verão fossem os mais próximos. Depois que Jaime o joga pela janela, lá na primeira temporada, é Verão que fica ao lado de Bran, protegendo-o e fazendo companhia. Verão o acompanha durante toda a jornada e morre pelos White Walkers. A morte do lobo é em parte uma simbologia para a chegada do inverno, mas também pode significar a morte do próprio Bran Stark, que deu lugar para o Corvo de Três Olhos. É bem triste, ele era um menino feliz que sonhava em ser um cavaleiro importante. Bom, ele de fato tem sua importância, mas não como imaginava.

Arya finalmente chega em Winterfell, mas os guardas não acreditam que é ela. Não é para menos, afinal todos acreditam que ela está morta e Arya cresceu muito desde a primeira temporada, sem contar que muitas pessoas que ela conhecia não estão mais lá. Mas Sansa reconhece o que os guardas falam e vai encontrar Arya na cripta dos Stark. No começo, eu esperei um momento mais emocionante, tipo o encontro da Sansa com o Jon, mas não faria tanto sentido, afinal elas não eram irmãs próximas. Arya e Sansa nunca se deram bem, eram opostos, mas agora parecem estar se respeitando muito mais. Arya reconhece que Sansa está na posição que sempre quis, que foi treinada para ter, e por mais que Sansa não acredite a princípio sobre a lista de mortes, fica feliz de ver Arya viva. Quando essas duas perceberem que podem trabalhar juntas, vai ser bem complicado para os inimigos. Sansa sabe como agir politicamente e Arya é uma assassina, por mais que ninguém saiba disso ainda. O diálogo entre elas é bem legal de assistir.

Elas encontram Bran e ele também fala da lista de Arya, então agora Sansa começa a acreditar que talvez não seja só uma brincadeira. Bran entrega para Arya a adaga de Mindinho, o que levanta várias dúvidas. Muita gente, inclusive eu, está se questionando porque Bran ainda não falou para Sansa todos os segredos de Mindinho. Eu acredito que ele estar lá é o que vai revelar as mentiras, mas talvez não diretamente. Bran estabeleceu que não é mais um Stark, e ele perdeu muito da sua empatia, então talvez por isso ele não tenha pressa. Ele também pode não querer afetar a linha do tempo de Westeros, o que é muito conveniente para um personagem tão poderoso como ele é agora. Mas ele entregou a adaga para Arya, e não acho que foi só um presente. Talvez ele saiba que ela precisará dessa arma, inclusive é de aço valiriano, o que é muito útil contra White Walkers. Aliás, olha só Game of Thrones, você consegue fazer o Bran ser creepy sem ativar o trigger alheio, né?

Brienne fica feliz de ver Arya em Winterfell e dá para ver que ela tem aquela famosa síndrome do impostor. Depois de fazer o juramento para Catelyn, tudo que ela fez foi para ajudar Sansa e Arya, mas ainda assim ela acha que não fez nada. Você merece reconhecimento, Brienne! Eu adoro que ela é, da série inteira, o grande exemplo do que um cavaleiro honrado deveria ser.

A última cena de Winterfell mostra Arya querendo treinar com Brienne. É sempre legal ver como Arya evoluiu com suas técnicas de luta, mas não ia ser muito real se ela ganhasse facilmente de Brienne. No começo ela tem desvantagem, afinal não está acostumada com o jeito de luta dos assassinos, e de certa forma pega leve com Arya, mas depois a luta começa a ficar mais igual. Enquanto elas lutam, Sansa e Mindinho assistem de cima. Eu ainda não sei o que eles pretendem fazer com o personagem, porque por enquanto ainda não faz muito sentido. Pelo olhar de Sansa, parece um pouco que elas podem passar por alguma tensão, talvez até inimizade, mas corre muito o risco de ficar meio tosco. Vamos ver como as próximas interações entre elas serão construídas. Talvez Mindinho tente manipular Sansa para ficar contra Arya, enfraquecendo os Stark. Aliás, desde as primeiras temporadas, nunca tiveram tantos Stark juntos em Winterfell, né? E sim, Brienne, Arya foi treinada por ninguém, ba dun tss.

jon-dany-caves

Pode ser que você não shipe Jon e Daenerys, mas a Missandei aparentemente shipa. Os dois entram juntos na caverna onde tem vidro de dragão (sim, todas as piadas de “Jon já ficou com Ygritte na caverna” passaram pela minha cabeça), mas ele também mostra umas pinturas feitas pelas crianças da floresta. Elas estão todas mortas, ao que tudo indica, porém suas memórias estão ali. Pela interpretação de Jon, dá para entender que as crianças da floresta e os humanos se uniram para derrotar os White Walkers, o que é esquisito, considerando que na temporada passada descobrimos que na verdade eles são humanos transformados pelas crianças da floresta. Bom, por enquanto, essa interpretação serve para Jon tentar convencer Daenerys que eles precisam se unir, já que os White Walkers são reais.

Mas independente de qualquer coisa, Daenerys ainda quer que Jon se ajoelhe. Ela fala que os homens do Norte vão segui-la caso Jon concorde em apoiá-la, mas será que vão? Os homens do Norte já se revoltaram contra os seus senhores antes. Robb perdeu alguns aliados quando não casou com a filha do Frey, então se aliar com Daenerys pode não ser tão fácil assim. Eu entendo que Jon não confie nela, mas espero que os episódios não fiquem muito repetitivos nessa história (e também que a aliança não apareça do nada).

Semana passada eu comentei um pouco sobre Jonerys, que eu não achava que ia acontecer, mas com esse episódio eu fico com dúvidas. Eu ainda acredito que eles não vão colocar tia e sobrinho juntos como um casal feliz, mas há alguns detalhes durante esse episódio indicando que talvez aconteça. E é o final feliz clássico desse tipo de história, os dois heróis se apaixonam e unem forças para derrotar o mal. Não vou dizer que não vejo o apelo, meu coração que shipa tudo deu umas puladas, mas o rolê “tia e sobrinho”… Pois é.

Daenerys fica sabendo que os Tyrell caíram e ela fica brava, com toda a razão. Três casas aliadas que ela tinha (ou duas e meia) foram derrotadas, agora ela só tem os Imaculados e os dothraki, porque Jon ainda não se decidiu. Daenerys insinua que Tyrion está fazendo os planos mais com o coração do que com a cabeça, afinal ele é um Lannister, o que doeu até em mim. Eu de fato acho que Tyrion está tentando ajudar Daenerys ao máximo, ele sempre foi odiado pela sua casa e no livro nem Jaime escapa dessa fúria, mas na série ele ainda ama o irmão, então talvez possa ser até uma coisa inconsciente, que ele vai se tocar depois. Daenerys pede o conselho de Jon, o que me deixa um pouco confusa, afinal por que raios ela escutaria ele agora se não tinha escutado antes?

Jon fala o que os outros já estão falando há algum tempo: Se Daenerys sair queimando cidades e castelos, as pessoas vão ver ela de uma forma ruim. Porém, nada a impede de usar os dragões no campo de batalha. Quer dizer, o risco de um dragão morrer existe, e eu acho que até o final da série algum deles vai morrer, mas essa é a grande vantagem que ela tem e Daenerys está cansada de não agir como um dragão.

6c5cb01c5b2725fa0329efeb552a9983429637944034baa3b3309139f0b1675dce58081a7b9e3f72fef469f7cdf34069_2040-0

Antes de chegar na luta final, ainda vemos Jon e Davos em Pedra do Dragão. Eles conversam com Missandei sobre Daenerys e sobre sua lealdade. Semana passada, muitas teorias apareceram na internet sobre Missandei trair Daenerys. Isso explicaria porque eles estão sempre um passo atrás. Um traidor entre eles poderia vazar informações, o que explicaria muito. Eu acho que a série não vai se dar ao trabalho de colocar espião nenhum, mas até que faz algum sentido.

Eu nunca acreditei muito nessas teorias porque elas diziam que Missandei era uma assassina sem rosto, como a Arya, que foi mandada para matar Daenerys. O problema é que, para isso, o homem sem rosto deveria estar entre os escravos, esperando há anos por Daenerys e torcendo para as coisas acontecerem do jeito que ele planejou, o que não me parece o estilo desses assassinos, dependeria muito da sorte. Sem contar que, por mais que Game of Thrones seja uma história com mistérios, nem todo mundo precisa estar escondendo algo.

Mas olhando por outro lado, faz algum sentido. Primeiro porque eu ainda não engoli a história de Cersei e do Jaime terem adivinhado todos os truques do Tyrion. Alguns sim, mas todos me parece improvável. A série está dando mais espaço para diálogos com Missandei, inclusive toda a história de Davos comentar sobre o seu sotaque. Ela tem um espaço importante na vida de Daenerys, então ela ter mais tempo de tela pode ser só isso mesmo, mas ainda tem a história das três traições.

Nos livros, quando Daenerys entra na Casa dos Imortais, ela descobre que vai passar por três traições: uma por sangue, outra por ouro e outra por amor. A primeira muito provavelmente foi Mirri, a mulher da primeira temporada que prometeu ajudar a curar Khal Drogo, mas matou ele e o filho de Daenerys. A segunda deve ser Jorah, que por mais que não tenha só ouro envolvido, é o que chega mais perto (nos livros, muitos acham que a traição virá de Daario). Falta a por amor. Há quem ache que o amor envolve Daenerys, mas e se esse traidor fizer isso por amar outra pessoa? Por exemplo: Missandei trai Daenerys por amar Verme Cinzento? Isso daria ainda mais uma camada para aquela cena entre os dois, além de que seria uma traição bem cruel para Daenerys, que realmente confia em Missandei. Eu não vejo muito ela fazendo isso, mas pode ser que encaixe. Continuo não acreditando que ela é uma assassina sem rosto, mas o resto talvez faça algum sentido.

Theon chega em Pedra do Dragão e todo mundo sentiu a vontade de Jon de quebrar a cara dele. Não é para menos, Theon ajudou a ferrar muita coisa com o Robb. Como o próprio Jon diz, se não fosse pelo o que ele fez por Sansa, provavelmente não sobraria Theon para contar história. Ele quer falar com Daenerys, provavelmente sobre o ataque de Euron, mas a rainha não está lá. Ela, Tyrion e os dothraki foram para Jardim de Cima. A primeira cena do episódio foi nessa região. Jaime e Bronn estão juntando o dinheiro que saquearam da última luta, que ajudou Cersei a pagar as dívidas com o banco de Bravos. O dinheiro chega, mas os soldados ainda estão levando outras coisas para a capital. Bronn passa um tempo reclamando que quer um castelo, mas esse é o máximo de tensão por enquanto.

image

As coisas não ficam pacíficas por muito tempo. Eu gostei bastante dessa cena de luta, fiquei tensa desde os primeiros barulhos dos dothraki chegando até o final. Só de pensar no trabalho que deve ter dado filmar tudo aquilo já me dá um nervoso. Os dothraki já são assustadores, agora imagina um exército deles com um dragão vindo logo atrás. Os soldados provavelmente queriam largar tudo e correr, mas ficaram em posição. Eu adoro que a cena foi focada em Jaime e nos outros do lado dos Lannister, para mostrar mesmo o terror que era estar contra um dragão gigante.

Mais ou menos nessa região, Lannister e Gardener se uniram para lutar contra Aegon, mas o rei Targaryen botou fogo no campo inteiro, o que intoxicou boa parte dos soldados e acabou com a casa Gardener. É quase um paralelo com os Tyrell caindo e Drogon botando fogo em tudo, abrindo um corredor para que os dothraki derrotassem os Lannister. Era provável que Daenerys ganhasse mesmo, não só pelo dragão, mas porque ela já tinha perdido muito, mas quando Bronn foi atrás da arma secreta, eu fiquei com muito medo. Eu sei que um dos dragões vai morrer, mas eu não estou psicologicamente preparada para ver Drogon caindo. Ele é o dragão principal da Daenerys, vai ser um baque gigante para ela, e literalmente nesse caso, porque ela poderia morrer numa queda daquelas.

Bronn acerta e Drogon de fato perde altura com a flecha. Isso foi muito bom, porque cria tensão, as pessoas de fato ficam com medo (ou torcem) de que Drogon vá morrer. Até porque a arma foi preparada por Qyburn, então ainda poderia ter veneno (pelo vídeo do próximo episódio, acho que não). Mas é bom para Daenerys ficar esperta, seus dragões podem ser machucados e os Lannister devem ter uma arma dessas reserva em Porto Real. Pelo menos eu espero, porque seria bem burro não ter, obviamente Drogon ia queimar a desse episódio.

Tyrion vê tudo aquilo e dá para perceber o quão dividido ele está. Por um lado, ele de fato acredita e ajuda Daenerys, acha que Cersei precisa ser parada. Por outro, aqueles são os Lannister, sua família, e o irmão com quem ele se importa (ao menos na série) está muito perto de morrer queimado. Aliás, perto demais. Quando Jaime percebe Daenerys no chão, tentando ajudar Drogon, ele vai com seu cavalo com tudo para atacá-la. Jaime já esteve na posição de matar um governante Targaryen antes, ele também já esteve em situações desfavoráveis e lutou da mesma forma. Ele é em parte o cavaleiro destemido que mergulha de cabeça na batalha. Mas né, Drogon é um dragão que não vai deixar sua mãe morrer, então fogo nele!

Bronn joga Jaime para fora do caminho e ele cai na água, com uma armadura muito pesada, e na última cena vemos ele afundando. Eu sempre digo que se o cadáver não apareceu, pode esperar que o personagem pode voltar (ou mesmo com cadáver, né Jon?). Sem contar que, com toda a história do valonqar e a conversa com Cersei de “nascemos juntos, vamos morrer juntos”, eu ficaria bem chateada se ele morresse agora. É provável que ele escape (talvez Bronn consiga puxar ele de lá? Tirar a armadura?) ou que ele seja capturado, o que seria bem interessante.

Por mais que eu tenha meus problemas com algumas coisas que aconteceram, e também achar que o episódio poderia ser mais longo, eu me diverti muito com The Spoils of War. A batalha final foi bem feita, tensa e eu vibrei com Drogon. Acho sim que Daenerys precisa considerar melhor suas atitudes, mas vê-la em cima de um dragão botando fogo nos inimigos é impressionante. Agora vamos ver como Cersei vai encarar essa derrota, como Daenerys e Jon vão se entender, as dúvidas de Tyrion e a tensão no Norte.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s